O bom uso das mídias sociais

Imprimir

http://nac.today/es/Gesellschaft/495834

Jornada da Juventude Frankfurt (Alemanha), Junho de 2017

É uma pergunta dura que sai do misturador de cimento. O Apóstolo Maior tem algo contra as mídias sociais? Não, são geniais, é sua opinião.

Mas o perigo reside na forma como elas são usadas. Suas palavras-chave: mundo virtual, ego, superficialidade, vulnerabilidade.

Domingo à tarde em Frankfurt (Alemanha): Na Jornada da Juventude da Igreja Nova Apostólica de Hesse/Renania-Palatinado/Sarre, em junho de 2017, o Apóstolo Maior Jean-Luc Schneider respondeu às perguntas feitas pelos jovens. As perguntas haviam sido reunidas previamente e tiradas de um misturador de cimento – assim como num sorteio de loteria – de acordo com o lema da Jornada da Juventude: “Eu construo com você.”

A pergunta número três visava sondar o Diretor da Igreja sobre o tema “mídias sociais”. Na realidade, são algo maravilhoso, foi sua resposta. Mas, “o problema está na forma como são usadas”, respondeu e mencionou quatro perigos:

  • a construção de um mundo virtual,
  • a supervalorização do ego,
  • a superficialidade dos valores e a
  • vulnerabilidade da dignidade humana.

No vídeo, o Apóstolo Maior menciona bons motivos para estarmos alertas. Seu chamamento aos jovens: “Por favor, tenham cuidado!”

 

O bom uso das mídias sociais

Jornada da Juventude Frankfurt (Alemanha), Junho de 2017

 

[Entrevistadora] Bem, pergunta número 3 .... Amado Apóstolo Maior, chama a atenção que você nos Serviços Divinos muitas vezes analisa as mídias sociais de uma forma crítica.

[Apóstolo Maior] Não!!!

[Entrevistadora] Seguimos!... Qual é o motivo? Não são as mídias sociais a realidade da vida atual e não são também um caminho para difundir o Evangelho?

[Apóstolo Maior] Ah! Isso vocês notaram?

Problema: Não é a mídia, e sim como é usada!

O problema não são absolutamente as mídias sociais. Elas não são um problema, para nada. O problema é como são usadas e o que se faz com elas.

E agora falo sério por dois segundos: Vejo como minha obrigação, como quem conduz a Igreja, de assinalar uma ou outra vez os perigos que implicam as mídias sociais e de como são usadas.

Perigo nº 1

Construção de um mundo virtual

O primeiro perigo é o perigo de um mundo virtual. Cada um tem sua conta no Facebook, ou outra qualquer. E com o tempo, tenho o temor que já não seja importante o que cada um é, o que faz, mas sim o que cada um quer mostrar de si mesmo. E Juventude, isto é perigoso! A forma como cada um mesmo se constrói. Quando a imagem que cada um quer dar de si mesmo se torna mais importante do que cada um realmente é e o que cada um realmente faz. Aqui vejo o perigo especialmente para o desenvolvimento dos jovens. Este é o primeiro.

Perigo nº 2

Supervalorização do ego

O segundo que me perturba é a supervalorização do ego: Todos têm que saber o que penso! Todos têm que saber o que faço! Todos têm que saber o que digo sobre este ou aquele tema.

Isto é realmente compatível com a fé cristã e com os valores cristãos? Não quero responder. Ponto de interrogação! Mas façam-se essa pergunta uma vez.

Perigo nº 3

Superficialidade dos valores

Vejo outro perigo em que os valores estão se tornando superficiais. Já não é importante o saber, os conhecimentos, a competência. Todos podem dizer algo sobre qualquer tema. Independentemente se sabem algo, se possuem algum conhecimento, se têm informações, de tal forma que possam tomar partido corretamente ou não. Simplesmente o dizem!

E, na grande maioria, cada opinião tem ponderação igual. E o perigo da Internet é que às vezes se converte num alto-falante para tolos. – Sim, assim é.

E não é importante se há um conhecimento por trás, se está fundamentado. A única coisa que conta é expressá-lo bem forte. Quanto mais gente disser o mesmo, tanto mais razão terá. E isto é um perigo em toda a sociedade.

É como acontece com a democracia – a democracia é algo grandioso – mas ela nunca deve levar que uma maioria reprima a uma minoria.

E este é precisamente o perigo da Internet, quanto mais gente disser o mesmo, porque são 10.000 os que o dizem, que nem ideia têm, mas são 10.000, então têm razão. E os poucos que o sabem, e igual ao tema que seja, eles são totalmente reprimidos.

E então uma maioria reprime uma minoria. Esta, definitivamente, não é a sociedade na qual quero viver.

Perigo nº4

Vulnerabilidade da dignidade humana

E o último, e depois termino.

O grande perigo é também que qualquer um pode se expressar sem filtros. Como nem todas as pessoas são tão inteligentes e tampouco têm a educação correspondente, muitas vezes existe o perigo que a vulnerabilidade atinja a dignidade humana.

E todos vocês conhecem o perigo, de maneira especial pessoas jovens que foram agredidas na Internet, e isto foi para elas tão intolerável, e agora vou ao extremo, que cometeram suicídio. Muito simples, porque foram agredidas e elas não o suportaram. Porque qualquer um pode dizer qualquer coisa na Internet e expressar-se sem filtros.

Por favor, tenham cuidado!

Se cada um levar isto em conta, estas poucas regras que mencionei agora, as mídias sociais são algo maravilhoso, como todo o resto.

Só que é minha obrigação, o vejo como minha obrigação como aquele que conduz a Igreja, chamar a atenção à nossa juventude e em geral, a todas as pessoas. Por favor, tenham cuidado.

 

Nac.today

 

Agradeço a Deus

... por não ter de O procurar nos vales e nas montanhas, pois posso sempre encontrá-Lo na Igreja.

 


Com nac.today da Igreja Nova Apostólica, começou um novo meio de difusão. Com os relatórios do mundo todo, o novo magazine de notícias da Igreja Nova Apostólica Internacional (INAI) irá fornecer diariamente informações que sejam de interesse para os cristãos novo-apostólicos e leitores interessados. O conteúdo do novo magazine de notícias incluirá questões internacionais relevantes. Fazem parte delas, entre outras, questões sociais, relatórios detalhados sobre os anúncios da Igreja, bosquejos biográficos e artigos sobre história.

nac.today

nacworld

Nacworld é a rede social da Igreja  Nova Apostólica. Esta rede lhe oferece a oportunidade de fazer contatos em todo o mundo e cultivar amizades. Aqui você vai encontrar pessoas interessantes, vários temas sérios ou bem-humorados, imagens (fotos), vídeos e diferentes opiniões...O uso de nacworld é isento de custosPara se registrar nacworld você precisa apenas de um minuto, e assim passará a fazer parte dos ... 31187 membros que estão atualmente registrados no nacworld. Quantos deles você conhece? 

Nacworld está aberto à opinião.

  • Apóia entretenimento assistido
  • E-mail, chat, fórum, mídia, contatos
  • 24 horas/dia , 365 dias ao ano

Entre agora mesmo e faça parte.

https://nacworld.net/public

Copyright © 2017 Igreja Nova Apostólica. Template designed by olwebdesign.